NAS ROTAS DOS PAJES - Roteiro de visitação

Com uma duração de aproximadamente 3 horas o roteiro de visitação inicia-se na entrada da terra indígena recepcionado por monitores indígenas (ACPI) e habitantes da tribo, no limite da Terra Indígena com o Parque Ecológico Burle Marx até a entrada da tribo numa caminhada de aproximadamente 20 minutos em uma trilha interpretativa que dá acesso ao Santuário dos Pajés se dirigindo a casa dos homens (avá oca, no tupi).

Esta arquitetura tradicional indígena é o local onde os alunos e estudantes poderão conhecer sobre a história indígena do Planalto Central e da tradição cultural dos tapuyas da Terra Indígena Santuário dos Pajés, o ambiente em que vivem, suas atividades tradicionais de subsistência, seus cantos, danças, costumes e tradições, o histórico da luta pela demarcação da terra e luta contra a intolerância, a discriminação racial e o preconceito que os povos indígenas enfrentam.

Depois os visitantes irão se dirigir até a Casa de Oração, o “Santuário Sagrado dos Pajés”, casa do Grande Espírito (Hedjadwaliá Ehty) para participar de um cerimonial e cantos sagrados.

Depois conheceram Ministério do Índio Espiritual, museu vivo do índio e sede da Associação Cultural Povos Indígenas (ACPI) e terão acesso a uma exposição permanente de painéis sobre a história indígena do Planalto Central e do Santuário dos Pajés, fotos, artesanatos e arte que faz parte da cultura indígena.

Visitarão o “Herbário Fitoterápico dos Pajés” e terão a oportunidade de conhecer sobre o uso tradicional das plantas medicinais do bioma do Cerrado, como a comunidade maneja os recursos naturais do território de modo ecológico e a importância da preservação da biodiversidade para o planeta e as próximas gerações.

Por fim participarão de uma pequena oficina de demonstração de arco e flecha, pinturas corporais tribais e artesanato finalizando com uma palestra tribal diante do fogo sagrado com perguntas e respostas dirigidas a comunidade indígena do Santuário dos Pajés.